quarta-feira, 22 de junho de 2016

Show de Lançamento do Forcaos 2016


Theatro José de Alencar recebe show de lançamento do Forcaos 2016


Na próxima sexta-feira, 24 de junho, a Associação Cearense do Rock (ACR) dará o pontapé inicial para a 17ª edição do Forcaos, com a realização de um show no Espaço Boca Rica, anexo ao Theatro José de Alencar (TJA).
Os trabalhos vão ficar por conta das bandas cearenses Criokar e Devil’s Drinks e dos paulistas da Blackning, que irão apresentar seu thrash metal pela primeira vez no Estado. Os shows irão começar às 18h e a entrada custa R$ 10.

Blackning
Apesar do pouco tempo de formação (dezembro de 2013), a Blackning reúne integrantes com bastante bagagem na cena metal brasileira e que já tocaram em grupos reconhecidos, como Andralls e Woslom, ambos de São Paulo.
O trabalho de estreia do power trio (“Order of Chaos”) saiu em dezembro de 2014 e rendeu uma extensa turnê pelo Brasil, que percorreu cidades de nove estados, das regiões Centro-Oeste, Norte, Nordeste e Sudeste do Brasil.
Os planos da banda para este ano incluem o lançamento de um novo álbum e a realização de uma turnê pela Europa, prevista para o segundo semestre de 2016.

Links
Site: www.blackning.com
Soundcloud: www.soundcloud.com/blackning
Facebook: www.facebook.com/blackningmetal

Clipes
Thy Will Be Done: https://www.youtube.com/watch?v=N66z3bvmXuk
Unleash Your Hell: https://www.youtube.com/watch?v=298isCtXvYk

Serviço
Lançamento do Forcaos 2016
Data: 24 de junho (sexta-feira)
Local: Espaço Boca Rica - Theatro José de Alencar
Endereço: Rua Liberato Barroso, 525 - Centro
Horário: 18h
Entrada: R$ 10
Show com as bandas: Criokar (CE), Devil’s Drinks (CE) e Blackning (SP).

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Lavage: Divulgação do novo álbum Zombie Walk

autor da arte Guabiras


Grupo celebra treze anos de estrada e lança sexto trabalho

Após um hiato de três anos sem lançar trabalhos inéditos, o quinteto Lavage iniciou, no dia 15 de abril, a divulgação do sexto disco, intitulado “Zombie Walk”. A data marcou o aniversário do vocalista do grupo, Bruno Andrade, e faz alusão ao dia do falecimento de Joey Ramone, frontman dos Ramones.



O novo álbum segue a premissa dos antecessores: o punk rock é a base para experimentações com outros estilos, como o indie rock, o rockabilly e o brega. A capa do disco traz uma ilustração do cartunista cearense Guabiras, retratando uma horda de zumbis vagando pela Capital cearense.
Gravado entre junho de 2015 e fevereiro de 2016, no Estúdio Ruído 111 (Fortaleza/CE), o recente trabalho vem substituir “10”, datado de 2013. Assim com o no último registro, a banda optou por não utilizar muitos recursos eletrônicos no instrumental, o que resultou em uma sonoridade orgânica.
A faixa introdutória, “Insustentável”, nos remete ao som grunge produzido na década de 1990, com guitarras saturadas.

Na sequência, “Cascalho” chega chutando a porta e trazendo um punk rock com punch e guitarras bem detalhadas. A lista de faixas alterna composições antigas do grupo, como “Viver no Brasil” e “Decadência”, do álbum Krisis (2008), com algumas novidades, como “Degeneração”, “Desintegração da Morte” e “Zombie Walk”, sendo esta última mais uma incursão da banda pelas trilhas do rockabilly.

Na parte final do disco, a veterana “No Longer” ganha nova roupagem, ao passo que “Radiola” nos traz um “brega punk” que destoa completamente da sonoridade dominante do disco. Por fim, temos “Desintegração da Morte”, referência direta ao livro de Orígenes Lessa, que retrata um mundo no qual a ciência descobriu um jeito de banir a Morte de uma vez por todas.

Zombie Walk
10 faixas
Independente
R$ 10
6º álbum da banda de punk rock Lavage (Fortaleza/CE)
Link: https://soundcloud.com/lavage/sets/zombie-walk

Facebook banda
https://www.facebook.com/Lavage-270070023023059/
Facebook Guabiras
https://www.facebook.com/guabiras.cartunista

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Warbiff: divulgada capa e tracklist de novo CD com "homenagem" a Cunha



A banda cearense WARBIFF, formada por Daniel Biffão (voz e guitarra), Pedro Torres (baixo) e Rômulo Shaw (bateria), divulgou hoje a capa e tracklist de seu segundo CD, "Pigs Parliament".

Segundo o vocalista e guitarrista Daniel Biffão, "o título do album foi escolhido há mais de um ano, mas durante esse tempo até a concepção do álbum nunca foi tão bem ilustrado. Deputados citando família, deus e até torturadores para justificar um golpe contra democracia agindo em hostilidade ao país para benefício pessoal. O porco na capa não poderia estar melhor representado, Eduardo Cosentino da Cunha.


Somos todos brancos, negros, ateus, cristãos, candomblé, trabalhadores, índios, mulatos, karajá, bororo, deficientes, ricos e pobres enlatados em um grande teatro apelidado de "parlamento", o Parlamento dos Porcos.

O album aborda temas questionadores sobre vários assuntos contemporâneos e aposta na fórmula que caracterizou a banda em seu primeiro album "Fresh Meat". Personagens históricos, como "La Bestia", e citações de filmes de terror, como "The Power of Thrash Compells You", assinalam os temas do album a ser lançado em maio".

A lista de faixas que compõem o CD é:


1. Blessed For What

2. Eternal Violence

3. Pigs Parliament

4. Face Your Enemies

5. La Bestia

6. The Power of Thrash Compells You

7. War in the Name of God

8. Thrash or be Thrash


Warbiff

Bateria e baixo captados por Jorge Albuquerque - 746 Estúdio

Mixado e Masterizado por Taumaturgo Moura - VTM Estúdio

Participação nos backing vocals por Pedro Esdras

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

Intrusivos lançam CD


Os Intrusivos é uma banda com o propósito de resgatar o bom e velho punk rock bubblegum dos anos 70. Com quase oito anos de estrada, a banda faz um som limpo e seco com vertentes do brega. Suas inspirações vem da agressividade dos Ramones, admiração e técnica dos Expulsados, a música sensível e bem trabalhada dos grandes artistas brasileiros, como Odair José, Sergio Reis, Reginaldo Rossi, entre outros. Após a banda ter lançado neste período três EPs, a banda lança o seu primeiro disco, intitulado 'Psicose e Depressão' com participação do cantor brega cearense Falcão.

Link: https://intrusivos.bandcamp.com/



Telefones:
Berg (85) 988295073 (OI)
Raul (85) 985890284 (OI)
Yan (85) 989622054 (OI)
Pedro (85) 982039715 (VIVO)

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

sexta-feira, 15 de abril de 2016

20-04 Swan Vestas lança aguardado primeiro EP com show no Maria Bonita




Hugo Lopes

Foram 7 anos entre o primeiro acorde e o lançamento do EP de estreia. Formada em 2009, somente no ano passado a Swan Vestas fechou uma formação coesa e pronta pra entrar em estúdio e entregar o disco vigoroso que os fãs esperavam há tanto tempo.

Com Danny Husk (voz), Bruno Pereira (guitarra), Teago Oliveira (baixo) e Rildney "Bee Sheen" (bateria), a Swan Vestas bota na rua um EP de rock direto e sem frescura, que busca energia em nomes como Stooges e Rolling Stones para compor seu stoner rock made in Ceará.

O trabalho de estreia foi iniciado e interrompido diversas vezes ao longo da carreira: mudanças na formação, diferentes estúdios e produtores fizeram parte dessa história, que, finalmente, se fecha com o lançamento do EP homônimo. 

"Entrar no Mocker e gravar as bases ao vivo, em apenas 3 dias, foi completamente diferente de toda a saga que tínhamos vivenciado até então", conta Danny. 

Tracklist
"Apesar do longo processo, o EP mostra como a Swan Vestas é hoje e como nós estamos produzindo a todo vapor", diz. 

Das cinco faixas, três foram produzidas no Mocker Studio por Igor Miná. Conversations on the Phone, If There's a Hell e Unnecessary Evil foram captadas ao vivo em estúdio e mantêm a pegada orgânica e cheia de energia dos shows. 

O EP abre com Breathing Holes, primeira parceria de Danny e Bruno, e encerra com You Make me Feel Alright, bonus track que ainda guarda faixas de guitarra, baixo e bateria gravadas pelos ex-integrantes, Guzz, JB Junior e Filipe Rato Branco.

Finalização em SP
A pegada garagem do EP da Swan Vests começa na captação ao vivo e vai até finalização. Mix e master levam a assinatura do estúdio Costella, de São Paulo, conhecido pela sujeira no som. "A sugestão foi do Anderson Foca (RN) de mixar e masterizar com o Capilé (Ex-Sugar Kane / Water Rats), que aceitamos prontamente", comenta o vocalista.

O projeto gráfico do EP é assinado por JB Junior, com foto de Natália Kataoka. "A foto é de uma viagem à Bolívia. Vi no Facebook faz tempo. Achei linda e que tinha tudo a ver com a gente, então mostrei pra galera", conta Bruno. Para Danny Husk, "a capa, assim como o nome da banda, não entrega nenhum estilo de cara, o que é uma característica muito forte da banda. O som é rock, stoner, às vezes festivo, mas às vezes denso".

O EP sai pelo selo Mocker Discos, com distribuição digital em todas as plataformas de streaming e download.

Link para ouvir no Spotify: Swan Vestas – Swan Vestas

Ficha técnica
Swan Vestas 
Gravado no Mocker Studio por Igor Miná
Gravações adicionais por Filipe Rato Branco Morais, Felipe Lima e Lucas Guterres
Mixado e masterizado por Alexandre "Capilé" Zampieri no estúdio Costella
Bateria em Breathing Holes e You Make me Feel Alright por Filipe Rato Branco
Baixo em You Make me Feel Alright por JB Junior; Guitarra solo em You Make me Feel Alright por Guzz







Swan Vestas - Lançamento do EP
Shows com Swan Vestas e Mad Monkees
Quarta, 20, a partir das 21 horas, no Maria Bonita (Rua Desembagador Leite Albuquerque, 358 – Aldeota)
Entrada: R$ 8
Outras informações: 3224 7290


*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

terça-feira, 12 de abril de 2016

Programa Radio Schizo



Baseado no rock, mas não restrito a ele, atração aposta em playlist plural


Na patologia clínica, um dos sintomas da esquizofrenia é a mudança repentina do pensamento. Uma desconexão de ideias que, em geral, causa estranheza no interlocutor. Dentro da matrix em que vivemos, essa inquietação hiperbólica da mente também é inspiração. É o estímulo que viaja pela sinapse de dois desassossegados em sintonia com as batidas do mundo cão. É a comunhão sonora de gostos dissonantes – alguns previsíveis, outros nem tanto – que retumba na alma e reverbera em corpos outros, criando ritmos que agregam e que afastam ao mesmo tempo. É a energia que transita em um não-lugar onde o fluxo de informações constante desencadeia pensamentos ternos e arredios. É o óbvio e o desviante convergindo para um lugar comum onde fronteiras só existem para serem transpostas. É o canal virtual que exorciza e traz alento. É a frequência em que batem os corações envenenados pela música na busca por uma estação no dial cibernético. É Radio Schizo, programa que irá ao ar toda segunda-feira, das 19h às 21h, na rádio Putz Grila (www.radioputzgrila.com.br).

Devaneios à parte, Radio Schizo é baseado nos ideias de liberdade e autogestão do punk rock. Comprometido, mas sem compromisso com estética ou forma. Na verdade, é a materialização de uma vontade: a de fazer uma playlist plural, que tenha como eixo temático o rock e suas derivações e implicações, mas que não fique restrito a isso. É o princípio do shuffle amplificado pelo sem fim de possibilidades que a web proporciona. Como a alcunha sugere, trata-se de um passeio delirante por estilos musicais sortidos dentro da premissa de entreter. Acrescente aí, quadros informativos, agenda cultural, entrevistas, humor (ou a falta dele) e conversas prolixas.

Ciceroneando a insanidade estão Homero Pivotto Jr (pai de família, cidadão relapso, jornalista, não-músico, ruim do juízo e comedor de pão com feijão frio) e Michel Munhoz (baterista relutante, rabiscador de caveiras, míope e maratonista).

Page do programa: https://goo.gl/F4CbYV.

SERVIÇO
Radio Schizo
Toda segunda-feira, das 19h às 21h.
www.radioputzgrila.com.br

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

segunda-feira, 11 de abril de 2016

17-04 OFICINA DO ROCK


O festival OFICINA DO ROCK que teve início em 1999 na oficina da rua J da penha, com edições no Canto das Tribos e no Hey Ho Rock Bar, acontecerá em nova edição no Rota 66 Bar com o objetivo de incentivar a cena autoral de Fortaleza. (está sendo produzindo pelo
Andrew Davis). Teve início no primeiro domingo do mês de abril e neste domingo, dia 17, serão as bandas CONTURBO - ADERIVA - DISTINTOS.

Promoção: chegando das 16h as 17h, duas pessoas entram com um ingresso.

link do evento: https://www.facebook.com/events/1726385054308361/

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

domingo, 3 de abril de 2016

Workshop com Edu Ardanuy



Imperdível!
Workshop com o Guitarrista Edu Ardanuy

Front Meia - R$ 45,00
Plateia Meia - R$ 35,00

Vendas Física
Tele Eletrônica (Rua Pedro Pereira, 518 - Centro)

Vendas Online
http://www.sympla.com.br/nobremusic

Patrocínio
F5 - Acessórios Audio Visuais
Aero Robin Stúdio de Tatuagem
*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Conhecem o #SHOWLIVREDAY?

Bem, se vocês conhecem então sabem mais do que eu :P

Tanto descobri sobre esse concurso essa semana como também descobri que Fortaleza já está sendo representada pela banda Verônica Decide Morrer.

No link abaixo você podem conferir mais sobre o #SHOWLIVREDAY, mas eu vou resumir aqui rapidinho. As bandas são convidadas ao Show Livre gravam algumas escolhem uma, nessa música é feita a contagem de visualizações entre os dias 30/03 à 12/04. No dia 14/04 saberemos que sai ganhador. Prêmio? Um show completo no Show Livre.

http://showlivre.com/Showlivreday

Vídeo da Verônica que está competido:



Contatos:
Facebook https://www.facebook.com/veronicadecidemorrerr/
Twitter @bandaVDM

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

segunda-feira, 28 de março de 2016

Iron Maiden Em Fortaleza o que dizer....


Iron Maiden Em Fortaleza


"Iron Maiden Em Fortaleza" não consigo parar de repetir essa frase. Algo que parecia impossível aconteceu nossos ídolos conheceram nosso calor insuportável, nosso aeroporto desorganizado e nosso amor inestimável as suas musicas. Até agora não sei ao certo o público total, os números correm entre 23 à 26 mil pessoas e esse público também foi um show a parte.

Não via abanda The Raven Age, alguns me disseram que era boa, outros disseram que era ruim e outros disseram que o som não estava bom durante a apresentação. Sinceramente naquela quinta-feira eu saí de casa para ver Anthrax e Iron, nada mais.


Não sou o maior fã do Anthrax, apesar de ser um grande fã de thrash metal, conheço seus maiores sucesso e sua história. Um dos membros do Big 4 não passaria despercebido ainda mais ao vivo, algo que venho consolidando com o passar do tempo´se quer conhecer uma banda de verdade vá a um show! E eles não decepcionaram apesar dos 40 minutos de show mesclaram seus maiores sucesso com as músicas do último álbum com direito a uma palhinha de Sepultura. Não eram a estrela da noite, mas não passaram despercebidos. #Thrash!


Os mestres entraram no Palco no horário marcado ao som de "Doctor Doctor". Por alguns segundos não foi possível escutar nada além de gritos, anos de espera causam tamanha euforia. Vê-los de perto foi uma emoção que alguns não conseguiam segurar, não foi difícil achar marmanjos chorando. Fã é fã e acabou. Iniciaram com as 2 músicas que iniciam o novo álbum "If Eternity Should Fail" continuou num ritmo morgado já "Speed of Light" ficou bem melhor ao vivo. Nessa música Steve vai ao chão, mas nada sério, muitos dos fãs nem perceberam a queda. Dai pro fim tocaram clássicos e mais 4 músicas do novo álbum. Não vou aqui fazer minha lista de músicas que não poderiam ficar de fora, seriam preciso muitas páginas, mas Aces High não podia faltar. Acho eu que terei vê-los novamente :D.

Antes de tocar "The book of souls" Bruce faz um discurso explicando o teor da música, explica que a música fala de impérios e soberanos. Explica também que todo império tendem a crescer e um dia ruir. Ficou claro que ele, sutilmente, fez uma analogia ao caos politico que o Brasil passa nesse momento. A banda não fez nenhuma declaração sobre esse momento brasileiro, mas no palco Bruce sempre dá uma "espetada" no assunto.

No mas é a minha reclamação FOI POUCO. Um show de 3 horas cairia bem melhor, nem que tivesse intervalo, não interessa, mais Maiden em Fortaleza. Vamos aguardar que os resultados positivos dessa grande noite se tornem mais grandes shows em nossa cidade.

De fã pra fã UP The FUCKING IRON


Setlist The Raven Age

1.Uprising
2.Eye Among the Blind
3.The Death March
4.Salem’s Fate
5.Angel in Disgrace

Setlist Anthrax

1.Caught in a Mosh
2.Got the Time (Joe Jackson cover)
3.Antisocial (Trust cover)
4.Fight ‘Em ‘Til You Can’t
5.Evil Twin
6.Medusa
7.Breathing Lightning

Setlist – Iron Maiden em Fortaleza

Introdução – Doctor Doctor (UFO)
1. If eternity should fail
2. Speed of light
3. Children of the damned
4. Tears of a clown
5. The red and the black
6. The trooper
7. Powerslave
8. Death or glory
9. The book of souls
10. Hallowed be thy name
11. Fear of the dark
12. Iron Maiden
Bis
13. The number of the beast
14. Blood brothers
15. Wasted years





*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

quarta-feira, 23 de março de 2016

Retirada de Ingressos Iron Maiden pela Live Pass


Informação Retirada de Ingressos - Iron Maiden Fortaleza


Prezado cliente,
Informamos a você, que adquiriu ingresso(s) no período de pré-venda para o show do Iron Maiden que acontecerá em Fortaleza, que a retirada do seu pedido deve ser efetuada no dia do show, 24 de março de 2016, a partir das 10h00 na bilheteria onde será realizado o evento:
Arena Castelão
Av. Alberto Craveiro 2901 – bilheteria 03
Horário de funcionamento: das 10h às 22h
ATENÇÃO: Retire seu ingresso com antecedência para evitar filas. A Retirada deve ser feita até às 21h00. Também é imprescindível que apresente o recibo (ou e-mail de confirmação) da compra impresso, um documento com foto e o cartão (ou fatura) com o qual realizou a compra. Para sua própria segurança, não entregamos o pedido sem a apresentação da documentação descrita.
Em caso de retirada por terceiros também é obrigatória à apresentação de procuração elaborada pelo titular da compra, autorizando a entrega do pedido para pessoa indicada, além dos documentos citados acima.
Caso tenha alguma dúvida, entre em contato através do e-mail: faleconosco@livepass.com.br
Torne sua experiência ainda mais agradável evitando filas no dia do show!
Agradecemos e desejamos um ótimo show!


*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

terça-feira, 22 de março de 2016

Mocker Studio promove bate-papo grátis sobre música independente



Mocker Rock School volta às aulas com conteúdo reformulado: agora é Mocker Rock Talks e promove encontros e debates entre os personagens do ecossistema da música independente

De volta à Livraria Saraiva Fortaleza, os encontros mensais e gratuitos do Mocker Studio agora ganham novo formato. Em 2015, workshops com dicas práticas de produção e promoção para novos artistas ajudaram muitos nomes a se profissionalizar na cena cearense.

Em 2016, a Mocker Rock School vira Mocker Rock Talks e vai promover, a partir desta quarta-feira (23), encontros entre bandas, produtores, roadies, imprensa e todos os personagens que formam o ecossistema da música independente, levando informação e gerando discussões importantes para o crescimento e fortalecimento do cenário autoral da cidade.

No primeiro encontro, o tema é o Ponto.CE, festival que comemora 10 anos este ano, tem muita história pra contar e muitas dicas importantes para quem quer entrar no efervescente circuito de eventos alternativos pelo Brasil.

Com a palavra, Rafael Bandeira, um dos criadores e curadores do Ponto.CE, que circula há ainda mais tempo pelo underground nacional, e Felipe Cazaux, bluesman e líder dos Mad Monkees, banda que, apesar de muito nova, já integrou a programação do festival potiguar DoSol (2015) e foi convidada para abrir as atividades do Ponto.CE este ano, tocando com Matanza e Soulfly no Siará Hall.

O comando das Rock Talks é da dupla Alinne Rodrigues e Igor Miná, do complexo criativo Mocker Studio, especializado em cuidar de bandas independentes em todas as fases da carreira, da gravação do álbum ao lançamento.

Links úteis
http://www.mocker.com.br
http://www.mocker.com.br/rockschool

Serviço:
Mocker Rock Talks com Rafael Bandeira e Felipe Cazaux
Quarta, 23, às 19 horas
Auditório da Livraria Saraiva Fortaleza (Shopping Iguatemi)
Grátis

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

domingo, 20 de março de 2016

Overload Music Fest 2016 anuncia line-up oficial e abre venda de ingressos

Já estão à venda os ingressos para a 3ª edição do Overload Music Fest! O evento que acontece no dia 4 de setembro, no Carioca Club, em São Paulo, recentemente anunciou invejável line-up com as bandas Katatonia (SUE), Alcest (FRA), Labirinto (BRA) e Vincent Cavanagh (UK). Mais informações abaixo.



A banda sueca Katatonia é uma das atrações mais aguardadas para desembarcar no Brasil este ano – fotos: divulgação

Após muita expectativa, a produtora Overload recentemente anunciou o line-up oficial da 3ª edição do Overload Music Fest. O evento confirmado para o dia 4 de setembro, no Carioca Club, em São Paulo, mais uma vez promete transcender a fronteira brasileira e promete atrair pessoas de toda a América Latina já que contará com diversas apresentações exclusivas.

Para este ano, a programação está bastante especial. Katatonia, Alcest, Labirinto e Vincent Cavanagh representam os nomes consagrados da música alternativa e as sensações do atual cenário mundial mais aguardadas a desembarcar no Brasil em 2016.

Os ingressos para o Overload Music Fest 2016 já estão à venda pelo site do Clube do Ingresso (http://www.clubedoingresso.com/omf) e pontos autorizados. O ingresso promocional antecipado é válido mediante a entrega de 1 kg de alimento não-perecível na entrada do evento. Tudo o que for arrecadado será doado ao projeto Pari Sem Fome, que auxilia moradores de rua e refugiados estrangeiros nas regiões do Pari, Canindé e Centro. Mais informações no serviço abaixo.

Celebrando 25 anos de estrada, os suecos do Katatonia são uma das atrações mais aguardadas dos últimos cinco anos pelo público brasileiro. Jonas Renkse (vocal), Anders Nyström (guitarra), Roger Öjersson (guitarra), Niklas Sandin (baixo) e Daniel Moilanen (bateria) retornam após emocionante show de estreia no país. Para delírio dos sedentos e ansiosos fãs, os músicos devem preparar um verdadeirobest of dos seus 10 elogiados registros fonográficos, além de já promover o novo álbum "The Fall Of Hearts". Esta nova apresentação na capital paulista será a única e exclusiva data no Brasil.

Já o renomado Alcest volta a fazer parte do line-up do Overload Music Fest. O grupo francês que surpreendeu ao público com irretocável apresentação na primeira edição do evento, regressa especialmente para executar na integra o aclamado “Les Voyages de l'âme”, considerado por muitos a obra-prima da dupla Neige e Winterhalter.

O representante brasileiro será o Labirinto, que também roubou a cena durante a edição de estreia do festival e novamente promete não ser um mero coadjuvante. Erick Cruxen (guitarra), Felipe Freitas (guitarra), Luis Naressi (guitarra), Muriel Curi (bateria) e Ricardo Pereira (baixo) vão aproveitar a oportunidade para lançar o sucessor do elogiado álbum “Masao” (2014).

Enquanto Vincent Cavanagh, frontman do Anathema, desembarca especialmente no Brasil trazendo na bagagem elogiado set acústico com as principais composições do grupo inglês o qual é co-fundador.

Confira o evento no Facebook em https://www.facebook.com/events/851491944963135/.



Links relacionados:
https://www.facebook.com/overloadmusicfest
https://www.facebook.com/katatonia
https://www.facebook.com/alcest.official
https://www.facebook.com/labirintoband
https://www.facebook.com/anathemamusic
https://www.facebook.com/overloadbrasil
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

Serviço São Paulo
Overload orgulhosamente apresenta Overload Music Fest 2016
Atrações: Katatonia, Alcest, Labirinto, Vincent Cavanagh
Data: 4 de setembro (domingo)
Local: Carioca Club
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – próximo ao Metrô Faria Lima
Abertura da casa: 15h | Início dos shows: 16h30
Imprensa: press@theultimatemusic.com
Classificação etária: 16 anos
14 e 15 anos: entrada permitida acompanhado de responsável legal maior de idade, mediante apresentação de documento oficial
Informações: www.overload.com/omf

INGRESSOS ANTECIPADOS

Early bird (até 20/3):
Pista estudante: R$ 170,00
Pista promocional: R$ 170,00*
Pista inteira: R$ 340,00
Camarote estudante: R$ 230,00
Camarote promocional: R$ 230,00*
Camarote inteira: R$ 460,00

Venda antecipada (a partir de 21/3):
Pista estudante: R$ 190,00
Pista promocional: R$ 190,00*
Pista inteira: R$ 380,00
Camarote estudante: R$ 250,00
Camarote promocional: R$ 250,00*
Camarote inteira: R$ 500,00

Ingresso Online: Clube do Ingresso (http://www.clubedoingresso.com/omf) e pontos autorizados.

*O ingresso promocional antecipado é válido mediante a entrega de 1 kg de alimento não-perecível na entrada do evento. Tudo o que for arrecadado será doado ao projeto Pari Sem Fome, que auxilia moradores de rua e refugiados estrangeiros nas regiões do Pari, Canindé e Centro

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

We Will Rock You: veja cena de amor entre Alirio Netto e Livia Dabarian



Nesta quarta-feira (16/3), o ator e cantor Alirio Netto participou de uma concorrida coletiva de imprensa e também de uma pré-estreia exclusiva para convidados do musical “We Will Rock You”. Inaugurando o novo Teatro Santander, em São Paulo, o musical We Will Rock You finalmente estreará no próximo dia 24 de março trazendo além das músicas do Queen, algumas adaptações para o público brasileiro.

Em uma das cenas mais emocionantes do musical, os atores Alírio Netto (Galileo) e Livia Dabarian (Scaramouche) interpretam o momento onde o casal finalmente se apaixona. Os dois cantam a música ‘Who Wants To Live Forever’ e no final temos uma surpreendente cena de amor.


Veja cena do musical We Will Rock You:


Escrito pelo comediante e ator inglês Ben Elton e com as participações de Brian May e Roger Taylor, a ideia surgiu em 1996 quando a filha do ator Robert De Niro perguntou se o os músicos do Queen nunca haviam pensado em criar um musical baseado nas músicas. Em 2002, a primeira apresentação aconteceu em Londres e desde então foi visto por mais de 15 milhões de pessoas em diversos lugares como Espanha, Estados Unidos, Japão, Itália, Suécia, Alemanha, Singapura, Tailândia, Suécia, Noruega, já passou em um cruzeiro antes de chegar ao Brasil e na sequência irá para Austrália.

Serviço
“We Will Rock You”
Quando: A partir de 24 de março. Sessões: Quintas e Sextas, às 21h, Sábados, às 17h e 21h, e Domingos, às 16h e 20h
Onde: Teatro Santander Complexo JK. Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2041, Itaim Bibi
Quanto:
QUINTAS E DOMINGOS À NOITE
Plateia Vip Central: R$ 130 (meia) e 260 (inteira)
Plateia Central: R$ 115 (meia) e R$ 230 (inteira)
Plateia Lateral: R$ 90 (meia) e R$ 180 (inteira)
Plateia Superior: R$ 75 (meia) e R$ 150 (inteira)
Balcão: R$60 (meia) e R$ 120 (inteira)
Frisa: R$ 40 (meia) e R$ 80 (inteira)

SEXTAS, SÁBADOS E DOMINGO À TARDE
Plateia Vip Central: R$ 150 (meia) e 300 (inteira)
Plateia Central: R$ 135 (meia) e R$ 270 (inteira)
Plateia Lateral: R$ 125 (meia) e R$ 250 (inteira)
Plateia Superior: R$ 100 (meia) e R$ 200 (inteira)
Balcão: R$ 80 (meia) e R$ 160 (inteira)
Frisa: R$ 50 (meia) e R$ 100 (inteira)

Vendas: a partir de 9 de março
- Internet: www.ingressorapido.com.br ou www.entretix.com.br
- Telefone: 4003 1022
- Bilheteria Teatro Santander Complexo JK – Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2041. Funcionamento: Domingo a Quinta: 12h às 20h ou até inicio do espetáculo. Sexta e Sábado: 12h às 22h
Formas de Pagamento: Amex, Aura, Diners, Dinheiro, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron
Capacidade: 1100 lugares
Assentos: O teatro conta com 16 assentos para deficientes físicos e 10 para pessoas obesas.
Classificação: livre
Duração do musical: 2h15

sábado, 19 de março de 2016

D.R.I. cancela novamente shows na América Latina

A Dark Dimensions anuncia oficialmente o cancelamento das duas apresentações da banda norte-americana Dirty Rotten Imbeciles (D.R.I.) no Brasil. O grupo tocaria em São Paulo (22/03 – Inferno Club) e no Rio de Janeiro (23/03 – Teatro Odisseia). Shows foram cancelados, pois alegam que os produtores argentinos e mexicanos não cumpriram com o acordo para tornar logisticamente viável as seis datas pela América Latina. No entanto, a história é bem diferente, segundo a organização da excrusão. O D.R.I. inclusive já entrou em polêmica ao cancelar uma longa tour pelo Brasil, em 2014, que estava sob a responsabilidade de outra produtora, porque o guitarrista ficou com preguiça de buscar os vistos. Mais informações abaixo.


Banda se apresentaria em São Paulo e Rio de Janeiro – foto: divulgação

A Dark Dimensions anuncia oficialmente o cancelamento das apresentações do Dirty Rotten Imbeciles (D.R.I.) no Brasil, pois o grupo norte-americano não pegou os voos que partiriam ontem (17/03) dos Estados Unidos para Argentina.

A produtora era responsável apenas pelos shows em São Paulo (22/03 – Inferno Club) e no Rio de Janeiro (23/03 – Teatro Odisseia).

Em comunicado publicado na página do grupo no Facebook, o D.R.I. alega que apenas metade dos shows estavam com o cachê pago, o que logisticamente impossibilitaria a garantia de que teriam como cumprir os compromissos no Brasil, Argentina, Chile e México.

Apesar do anuncio na internet não especificar quais produtoras não exerceram o acordo, a Dark Dimensions vem a público informar que sempre esteve com todas as suas obrigações em dia, principalmente o pagamento de cachê, além da emissão das passagens áreas e hotéis previamente reservados.

Porém, procurando saber com os outros produtores o que aconteceu, já que a Dark Dimensions só tinha informações sobre os shows do Brasil, pelo contrato assinado pelo management do D.R.I, o grupo recebeu 50% na assinatura e os outros 50% seriam pagos na chegada na Argentina e no México. Portanto, quem queria mudar o acordo foi a banda e não os dois produtores.

O D.R.I. inclusive já entrou em polêmica ao cancelar uma longa tour pelo Brasil, em 2014, que estava sob a responsabilidade de outra produtora, porque o guitarrista ficou com preguiça de buscar os vistos!

Desta vez, foram gastos mais de U$ 18.000 dólares em despesas com passagens áreas, vistos e outros custos burocráticos, que já estavam em poder do manager do grupo.

O único voo que não foi enviado ao D.R.I. foi a ponte área Monterrey – Cidade do México, pois o promoter mexicano havia se comprometidos de comprar as passagens antes do embarque, pois existem diversos voos, de hora em hora, e os músicos não teriam qualquer tipo de imprevistos.

Por prezar pela transparência e em respeito aos fãs que estavam ansiosos por estas exibições, que a Dark Dimensions sente muito pelo ocorrido e frisa que jamais optou em desistir de organizar os eventos e isenta-se de qualquer imprevisto ocorrido.

Spike Cassidy (guitarra), Kurt Brecht (vocal) - os únicos da formação original -, Harald Oimoen (baixo) e Brandon Karns (bateria) tinham as seguintes dadas agendadas pela América Latina:
19/03 – Palermo Club – Buenos Aires, Argentina
20/03 – Teatro Caupolican – Santiago, Chile
22/03 – Inferno Club – São Paulo, Brasil
23/03 – Teatro Odisseia – Rio de Janeiro, Brasil
25/03 – Cafe Iguana – Monterrey, México
26/03 – Circo Voador – Cidade do México, México

A Dark Dimensions está totalmente à disposição dos fãs que compararam ingresso e informa os seguintes procedimentos para obter o devido ressarcimento:
- compras efetuadas pelo site Sympla entrar em contato com o SAC da empresa.
- compras efetuadas nos pontos de venda autorizados e site Clube do Ingresso, os clientes deverão entrar em contato no e-mailfaleconosco@clubedoingresso.com ou no telefone (11) 2626.1913.

Links relacionados:
http://www.dirtyrottenimbeciles.com
https://www.facebook.com/darkdimensionsbrasil
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

quinta-feira, 17 de março de 2016

BANDA S.O.M.A


Formada no início de 2015, e influenciada por bandas como System Of A Down e Rage Against The Machine, a S.O.M.A traz em suas letras a indignação perante o caos social, tudo isso somado aos riffs pesados e vocais agressivos.

A banda já possui dois singles de Estúdio disponibilizados na pagina oficial do facebook

https://www.facebook.com/BANDA-SOMA-657099031098835/

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

quarta-feira, 9 de março de 2016

Rock Cordel #EditalJá!


O Rock Cordel já é um patrimônio imaterial de nossa Cidade e de nossa cena rock, então vamos apoiar essa iniciativa.
Abaixo segue texto divulgado por Amaudson da ACR

Edital de programação para grupos e curadores do programa Rock Cordel já!!!

Nós, abaixo assinados, viemos nos posicionar a respeito da postura, do direcionamento e da falta de transparência que o Rock Cordel tomou nos últimos meses.
Primeiramente, questionamos os critérios utilizados pelos responsáveis para a escolha dos grupos participantes, que não são claros e transparentes. De acordo com o Coordenador do Programa, André Marinho, cada mês, um produtor cultural da cidade é contratado pela coordenação musical do programa para indicar os grupos que irão participar, geralmente oriundos do seu cast ou do seu circulo de amizade. Ou seja, se existir um grupo novatos ou veteranos, que venham desenvolvendo algum trabalho e que não esteja inserido neste contexto, vão ficar de fora da programação.
Além disso, os grupos que participaram da edição de fevereiro de 2016 foram os mesmos que participaram da edição de outubro de 2015, ou seja, não houve renovação. Só fizeram copiar e colar. Percebe-se uma falta de zelo e de critérios na seleção dos grupos. O processo seletivo é pautado pelo interesse privado, pelo impulso afetivo e não pela transparência e trajetória dos artistas, critérios estes que deveriam ser levados em consideração por uma instituição pública como o Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB).
A duração do evento também é um problema que a coordenação do programa Rock Cordel parece não enxergar. O entorno do CCBNB possui problemas de segurança. Assaltos, tráfico de drogas e violência são frequentes por ali. Iniciar um evento às 14h e só finalizá-lo após às 22h é bastante prejudicial para o público, para os músicos e demais pessoas envolvidas no projeto.
Nesse contexto, muitos jovens que frequentam o Rock Cordel ficam expostos à ação de assaltantes, traficantes, vendedores de bebidas alcoólicas e aliciadores que se misturam ao público, na parte externa do Centro. Quanto mais demorado o evento, mais vulnerável estará o público.
Diante do exposto, sugerimos que o Rock Cordel possua um Edital de Seleção, tanto para grupos quanto para curadores, a exemplo do que ocorre em outros centros culturais de Fortaleza, do Estado do Ceará e do Brasil. Só assim, os grupos que não fazem parte do circulo de amizade dos selecionadores terão mais chance de participar da programação.
A diminuição na quantidade de grupos por edição seria outro fator importante. Uma programação quinzenal (ao invés de mensal), com quatro grupos por edição (ao invés de oito), funcionaria melhor.
Além de encurtar a duração do evento, preservaria a segurança dos frequentadores e pessoas ligadas direta ou indiretamente ao evento.
O Rock Cordel não é de uma pessoa só, é uma construção coletiva, um patrimônio que pertence aos músicos de Fortaleza, do Nordeste e do Brasil.
Queremos mudanças, já! #EditalJá
*Nota aprovada em reunião na Vila das Artes – Fortaleza – Ceará. Dia 7 de março de 2016.
Assinam a nota:
Bruno Andrade – banda Lavage
Rodrigo Monte – banda Thrunda
Gabriel Yang – banda Jardim de Ferro
Raphael Joer – banda Jack the Joker
Gandhi Guimarães – Coletivo Arquivo Underground
Otávio Medeiros – banda Thrunda
Taumaturgo Moura – banda Criokar
Vicente Ferreira – banda In No Sense
Gabriel Andrade – banda Coldness
Junior Vieira – banda Askencii
Fernando Pessoa – produtor cultural
Amaudson Ximenes – Conselho Municipal de Política Cultural – Conselho Estadual de Política Cultural – segmento: Música – banda Obskure
Adilson Silva – banda In No Sense
Carlos Ramos – banda Andes
Stone Falcão – banda Totem and Barrys
Jean Felipe – Produtor Cultural – selo musical Banana Seca
Edmundo Rodriguez – banda In Flame
Cícero Alexandre – banda The Good Garden – Espaço Cultural Toca The Good Garden
Link original:
https://www.facebook.com/ACRrock/photos/a.142461139201475.29919.142398349207754/930248240422757/?type=3&__mref=message_bubble


*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

Festival de punk rock agita noite no Benfica


Inspiradas pelo genuíno espírito do “Faça Você Mesmo”, três bandas de punk rock da Capital resolveram se reunir para organizar um ensaio aberto que terá todo o clima e a animação dos shows convencionais.
O evento “Studio Sessions” será realizado no próximo dia 12 de março (sábado), a partir de 19h, no Complexo Catorze, e irá reunir três veteranas da cena punk rock local: Malditos Remanis, Intrusivos e Lavage. Esta última está celebrando a marca de 13 anos de atuação, ao passo em que testa o repertório novo do sexto álbum (Zombie Walk), que deverá ser lançado em abril próximo.
Nessa iniciativa, a produtora independente “Heroes or Rebels” é parceira das bandas, ajudando na organização do evento, incluindo marcação da data e produção das peças de divulgação.

Dessa forma, as bandas independentes locais têm encontrado no Complexo Catorze uma opção viável para promover eventos com baixos custos e boa visibilidade.


Serviço

Studio Sessions
Data: 12 de março (sábado)
Complexo Catorze
Endereço: Avenida 13 de Maio, 2965 - Benfica.
Horário: a partir de 19h
Aberto ao público
Show com as bandas: Lavage (foto), Malditos Remanis e Intrusivos.


*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Siege of Hate: em turnê com "os mais punks do mundo"

Faltando poucos dias para a lendária banda inglesa Extreme Noise Terror desembarcar novamente no Brasil, o vocalista Dean Jones concedeu excelente entrevista exclusiva ao portal Zona Punk, justamente para promover este retorno ao país, o novo álbum autointitulado e elucidar fatos polêmicos e curiosos dos seus 31 anos de carreira.

O grupo é é headliner do Equivokke Fest 2016. O evento acontece no dia 17 de março, no tradicional Hangar 110, em São Paulo. As bandas brasileiras Siege Of Hate, Letall, NervoChaos e Desecration completam o lineup. Ingressos de 2º lote já estão à venda. Mais informações abaixo.

“Punk não é como rubéola ou influenza", dispara vocalista do Extreme Noise Terror

Lendária banda inglesa é a atração principal do Equivokke Fest 2016 em SP. Ingressos de 2º lote já à venda – foto: divulgação

O lendário Extreme Noise Terror, um dos nomes mais respeitados do crust punk/grindcore mundial, já volta a mostrar as suas garras aos fãs brasileiros, justamente para promover a performance do próximo dia 17 de março, no palco do tradicional Hangar 110, em São Paulo.

Prestes a desembarcar no país como atração principal do Equivokke Fest 2016, o vocalista Dean Jones concedeu excelente entrevista exclusiva ao portal Zona Punk, visando divulgar a apresentação na capital paulista, falar sobre o novo álbum autointitulado e elucidar fatos polêmicos e curiosos dos seus 31 anos de carreira.

Sem papas na língua, o frontman inclusive criticou a nova moda punk. “Punk é alguém que faz disso seu estilo de vida. Punk não é como rubéola ou influenza, que aparecem no seu sistema em determinado período. Punk é pra vida”, disparou.

A entrevista na integra está disponível em http://zonapunk.com.br/?m=interviews&id=307.

Além do Extreme Noise Terror, o Equivokke Fest 2016 também contará com as bandas convidadas Siege Of Hate, Letall, Nervochaos e Desecration. Os ingressos custam apenas R$ 70,00 (pista meia/promocional – 2º lote) e estão à venda no site da Ticket Brasil (https://ticketbrasil.com.br/festival/3734-equivokkefest-sp/), e em pontos autorizados em São Paulo, Santo André, São Bernardo, São Caetano, Osasco, Diadema, Guarulhos, São Mateus, Sorocaba e Santos. Mais informações no serviço abaixo.

Serviço São Paulo
Equivokke Fest 2016 orgulhosamente apresenta Extreme Noise Terror e Desecration
Bandas convidadas: Siege Of Hate, Letall e Nervochaos
Data: 17 de março de dezembro de 2016
Local: Hangar 110
End: Rua Rodolfo Miranda, 110 – próximo ao Metrô Armênia
Hora: 19h (open doors)
Censura: 16 anos
Realização: Equivokke Records
Imprensa: press@theultimatemusic.com

Valores:
2º lote a partir de 10/03: 70,00 (pista estudante/promocional) | R$ 140,00 (pista inteira)
Na porta: R$ 80,00 (pista estudante/promocional) | R$ 160,00 (pista inteira)

Pontos de Venda: Galeria do Rock (loja Paranoid)
Ingresso online: https://ticketbrasil.com.br/festival/3734-equivokkefest-sp/
Pontos de venda autorizados: https://ticketbrasil.com.br/festival/3734-equivokkefest-sp/pontos-de-venda/
Evento Fb: https://www.facebook.com/events/1109222979095910/



*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Show com Flagelador, hoje no Boca Rica.

É Hoje.

A Gallery Productions, assim como tem feito por muitos anos, vai brindar o público headbanger de Fortaleza com muito Heavy Metal.

O principal nome da noite é o FLAGELADOR, que vem do Rio de Janeiro para lançar o seu mais novo trabalho: Assalto da Motossera.


Além do FLAGELADOR, grandes nomes do metal cearense também botarão todo mundo pra rodar. As bandas DARKSYDE (com seu ótimo "The Apocalypse Bell pt 2: Legacy of Shadows", DECOMPOSING e ASMODEUS (com música nova) farão com que a volta dos grandes shows de Metal no Boca Rica seja inesquecível.



A volta dos grandes shows de Metal no Boca Rica.

Domingo 21 de Fevereiro de 2016
Horário: 16h30
Local: Teatro Boca Rica Rua Dragão do Mar 260 -
Praia de Iracema
(Na rua do Órbita - Dragão do Mar)
Ingressos: R$25,00 (Antecipado) e R$30,00 (Hora)

Ponto de Venda:
Planet CD'S - Galeria Pedro Jorge - Centro

Apoio: Heavy Metal Online




Mais um motivo para comparecer a este evento é que vai ser a primeira oportunidade para adquirir e conferir o DVD duplo do TEMPESTADE METÁLICA Ano XXX, um artefato imperdível para quem é headbanger de Fortaleza. No evento, a obra será vendida por um preço especial de lançamento.



*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

#KurtCobainDay em Fortaleza

#KurtCobainDay em Fortaleza


Três bandas locais celebram nesse sábado,20, o #KurtCobainDay. Nessa data nasceu, em 1967, o líder do Nirvana, uma das maiores influências para Estereoh, Old Books Room e Thinking In Pictures. O show é gratuito começa às 18 horas na sala 5 do Complexo 14, que fica na Av. 13 de Maio, 2965. Link para o evento > http://migre.me/t1pps 

Alternativa  para shows de rock e um meio de reduzir custos, festivais em estúdios se mostram viáveis e aproximam bandas e público. A sala 5, local do #KurtCobainDay, comporta 50 pessoas, além do ambiente externo ara circulação.

Apesar de ser uma homenagem a Kurt Cobain, morto em abril de 2014, não se trata de um tributo com covers. Cada uma das três bandas tocará uma música do Nirvana e todo o restante do setlist é composto de músicas autorais.

Quem for ao show ainda sai de lá com um fanzine.

Você também pode ouvir as bandas na internet :











Estereoh - www.soundcloud.com/estereoh 










Old Books Room - www.oldbooksroom1.bandcamp.com










Thinking In Pictures - www.soundcloud.com/thinking-in-pictures-band

Mais informações:
Reinaldo Ferreira 85+986150735  
Igor  Morais 85 + 98935-5974

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Coletânea Cangaço Rádio Rock Volume 02


Orgulhosamente, a Cangaço Rádio Rock, apresenta mais um fruto de seu intenso trabalho de apoio ao metal underground. Nossa segunda coletânea, traz mais do que música. Traz a cultura a arte e a atitude daqueles que entendem que música não é um mero produto à ser exposto numa prateleira...

Com 25 bandas independentes de todas as regiões do Brasil e pela primeira vez com uma banda estrangeira, oriunda da Guatemala. A Cangaço Radio Rock mostra que aquilo que nos une destrói fronteiras e sobrepuja barreiras pois temos muito mais semelhanças do que diferenças e aquilo que nos torna diferentes é o respeito que temos por aquilo que nos faz Metal.

Muitos falam sobre as dificuldades em fazer. Nós, mostramos com orgulho que pode e deve ser feito. Apoie, divulgue, você também pode fazer a diferença.

Pois o Metal é para os fortes!!!

Ele é para você?

CD - 01


Bandas/Faixas:

01 - Division Hell - Bleeding Hate (Natural de: Curitiba/PR, Gênero: Metal / Death Metal)
02 - Land Of Tears - Mega Alexandros (Natural de: Rio de Janeiro/RJ, Gênero: Death Metal)
03 - Valhalla - Mystery Of Existence (Natural de: Brasília/DF, Gênero: Death Metal)
04 - Metal Requiem - World Of Chaos (Natural de: Cidade da Guatemala/Guatemala, Gênero: Thrash/Death Metal)
05 - Gutted Souls - Dancing To The Sound...of The Powers That Be (Natural de: Rio de Janeiro/RJ, Gênero: Death Metal)
06 - Moretools - Creeping (Natural de: Taguatinga/DF, Gênero: Metal)
07 - Vox mortem - Vermins of Christ (Natural de: Rio de Janeiro/RJ, Gênero: Thrash Metal, Hard Core, Death Metal)
08 - Canilive  - The Celebration Of Ignorance (Natural de: Rio de Janeiro/RJ, Gênero: Death Metal)
09 - Bloody Violence - Lethal Nuclear Evil (Natural de: Porto Alegre/RS, Gênero: Death Metal)
10 - Eutenia - Cólera (Natural de: São Paulo/SP, Gênero: Metal)
11 - Morthur - Immortals (Natural de: Erechim/RS, Gênero: Death Metal)
12 - 5 Days To Die - Forjado na Guerra (Natural de: Macaé/RJ, Gênero: Metal)
13 - Hateful Warfare - Welcome to My Nightmare (Natural de: Joinville, Gênero: Death/Thrash)

Download: http://migre.me/sPu7g

CD - 2


Bandas/Faixas:

14 - Arandu Arakuaa - Ĩwapru (Natural de: Taguatinga/DF, Gênero: Heavy Metal,Música Indígena, Música Regional Brasileira)
15 - Brutallian - Blow On The Eye (Natural de: São Luís/MA, Gênero: Heavy Metal)
16 - In Soulitary - Hollow (Natural de: São Paulo/SP, Gênero: Heavy metal with something)
17 - Magister - Rain Falling Tears (Natural de: São Paulo, Gênero: Heavy Metal)
18 - Outlanders - Kretaceos (Natural de: São Paulo/SP, Gênero: Heavy/Thrash Metal)
19 - Basttardos - Dois Contra O Mundo (Natural de: Rio de Janeiro/RJ, Gênero: Rock)
20 - Business Weekend - Recomeço (Natural de: Rio das Ostras/RJ, Gênero: Hardcore Progressivo)
21 - Rocking Riders - Viper (Natural de: Contagem/MG, Gênero: Heavy Rock)
22 - ***ÁS*** - Warrior (Natural de: Rio de Janeiro/RJ, Gênero: Rock)
23 - Coldness - Tormented (Natural de: Fortaleza/CE, Gênero: Heavy Metal)
24 - Codmorse - Nuclear Fear (Natural de: Itu/SP, Gênero: Rock/Heavy Metal)
25 - Válvera - Extinção (Natural de: Votuporanga/SP, Gênero: Rock / Heavy Metal)
26 - Anguere - Repressão (Natural de: Rio Claro/SP, Gênero: Thrash/HardCore)

Download:  http://migre.me/sPue5

fonte:
http://arrdoceara.blogspot.com.br/2016/01/coletanea-cangaco-radio-rock-volume-02.html


*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Exodus: Mais um capítulo da novela


Depois de muita especulação a produtora finalmente lançou nota sobre o Exodus. Sinceramente não sou muito de julgar de primeira, dá pra ver isso aqui no primeiro post sobre o ocorrido, mas a falta de uma resposta estava me deixando louco. Não era possível que depois de tantos show no ano de 2015 a produtora simplesmente iria sumir.

No primeiro post questionei tanto produtora quando banda, achei tudo muito estranho, mas principalmente destilei minha a raiva a aqueles que causaram total destruição no local.

Não vou aqui expressar minhas conclusões, cada um entenda a sua maneira, mas a nota da produtora confirmou algumas desconfianças minhas, não que as mesmas sejam verdade. Apenas uma investigação traria toda a verdade, mas já chega de caso de policia. Vamos esperar se banda irá posicionar novamente e quais a providências a produtora irá tomar para quem tomou prejuízo.


nota na íntegra no link abaixo

Link com nota na íntegra:
http://ce-rock.blogspot.com.br/2016/01/exodus-em-fortaleza-produtora-se.html

Ah, com toda essa loucura sobre evento um outro caso estranho voltou a tona. Um show do Exodus que quase não acontece em 2004 no Recife. Quem quiser conferir leia o link abaixo:

http://whiplash.net/materias/news_930/020802-exodus.html

Links da produtora
http://www.ticket4u.com.br/detalhes.php?evento=17
https://www.facebook.com/Producoes4U/

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Exodus em Fortaleza: Produtora se pronuncia sobre show

A Produções 4U, empresa responsável pelo Fortaleza Open Air, festival em que se apresentaram as bandas S.O.H, METACROSE, KRISIUN e VULCANO e teria tido também a banda americana EXODUS, na última sexta-feira, postou a poucos minutos uma nota com sua posição em relação ao que aconteceu.

A nota pode ser lida na íntegra abaixo ou no seguinte endereço:

https://www.facebook.com/Producoes4U/posts/1642471429350830

"Nota de Esclarecimento do cancelamento do show do Exodus
A Produções 4U surgiu em 2015 trazendo a Fortaleza grandes bandas como Cannibal Corpse, Testament, Tarja Turunen, Nightwish, Sonata Arctica e Tim Ripper Owens, sendo este último artista levado também ao público de Teresina, Recife e Mossoró pela produtora cearense.
Essa curta história no metal cearense, porém, também conta um episódio isolado e lamentável. Esta nota vem esclarecer os fatos ocorridos no último dia 22 de janeiro, no Fortaleza Open Air e nos dias que antecederam o evento.
Exodus
A Exodus foi contratada por intermédio da Liberation Music Company, que tratava diretamente com os representantes da banda. Em todas as oportunidades pré-show, lidamos diretamente com a Liberation MC, responsável pela produção de shows da banda em São Paulo e Rio de Janeiro.
O valor do cachê fechado para a Exodus a ser pago em três parcelas. O show foi anunciado dia 15 de novembro durante o show do Cannibal Corpse e Testament. A primeira parcela foi paga no dia 18 de dezembro de 2015, a segunda em 15 de janeiro de 2016 e a terceira parcela seria paga até o momento em que o Exodus subisse ao palco para executar o show. A banda chegou a Fortaleza no dia 22 de janeiro, por volta das 15h45min e seguiria para Manaus por volta das 4h40min do dia seguinte. Ficando marcado o show para iniciar a 1h15min da manhã.
Chegada a Fortaleza e os preparativos para o show
Na chegada, a Produções 4U já contava com todo o dinheiro necessário a quitar a terceira parcela do pagamento, a ser realizado conforme explicitado anteriormente. Em Fortaleza, o Tour Manager, responsável por liderar a equipe na turnê da banda no Brasil, começou a fazer diversas exigências, ameaçando cancelar o show se não fossem atendidas.
Entre essas exigências, a mudança do horário do show,
prevendo encerramento para 1h. Tal alteração seria impossível, pois acarretaria mudanças com o que já estava acertado com as outras quatro atrações. À tarde, a Praça Verde foi fechada para os músicos, mas a banda não foi ao local passar o som, algo incomum a qualquer banda que está prestes a executar um show.
A equipe técnica do Exodus voltou à Praça Verde por volta das 21h. Como não havia nenhum posicionamento dos managers quanto ao horário da chegada ao local, estando o show previsto para 1h15min, os camarins do Exodus não estavam abastecidos. Mesmo assim, solucionamos o problema às 22h. Enquanto isso, os camarim da banda Krisiun, que se apresentaria antes, estava abastecido e em plenas condições de uso.
A decisão do Exodus
Às 22h, a equipe técnica já havia desmontado todo o palco da banda. Uma atitude bastante precipitada, séria e tomada sem notificar a produção. Nos bastidores, a Liberation MC conversava com os chefes do Tour Manager (por e-mail) reiterando que a Produções 4U tinha todo o dinheiro que faltava e que o show deveria ser executado. O chefe do Tour Manager respondeu os e-mails à Liberation MC afirmando que o pagamento deveria ser recebido e o show realizado.
Porém, o Tour Manager e a equipe da banda já havia retirado todo o equipamento e se encaminhou ao hotel, mesmo sabendo que o camarim estava abastecido e todo o dinheiro para execução do show estava confirmado. Lá no hotel, a Produções 4U reiterou a solicitação para que voltassem ao palco, lembrando ao Tour Manager do Exodus que ele deveria cumprir as ordens de seu coordenador, repassadas à Liberation MC por e-mail: receber o pagamento e realizar o show. A inflexibilidade do Tour Manager chegou inclusive a preocupar a Liberation MC, que em um dos e-mails avisa ao chefe do representante da banda na turnê que a polícia poderia ser acionada caso a Exodus não tocasse e, assim, o show de Manaus seria comprometido.
A decisão do Tour Manager (em nome da banda) foi de não receber o dinheiro e não fazer o show.
Saída repentina do hotel e confusão na Praça Verde
Enquanto a Produções 4U negociava até o último minuto com o Tour Manager o retorno da Exodus, vazou a informação de que a banda não faria o show, ainda durante o show da Vulcano, provocando o início das insatisfações e do vandalismo na Praça Verde. Um produtor tentou dialogar com o público, mas já era tarde.
Após a decisão de não fazer o show, a equipe da banda Exodus abandonou o hotel às pressas e seguiu para o aeroporto, deixando de pagar as despesas com frigobar, as quais não estavam inclusas, dos diversos quartos ocupados pela equipe da banda. Até funcionários do hotel tentaram impedir a saída repentina.
Ressarcimento
Mesmo com todo o evidente prejuízo causado à empresa pelo evento, a Produções 4U acredita que todos os clientes que se sentirem prejudicados deverão ser ressarcidos na medida de seu prejuízo, visto que das cinco bandas previstas, quatro se apresentaram normalmente.
Estamos estudando a melhor maneira de realizar esse reembolso e, nos próximos dias, vamos informar em nossos canais e na imprensa as formas de efetuá-lo. Por razões óbvias, o reembolso em dinheiro é certamente uma das opções, podendo os fãs ficarem tranquilos quanto a isso.
É lamentavelmente após esses ocorridos estamos repensando até onde iremos com nossos serviços. Juntos realizamos grandes shows com grandes bandas. Mas, bastou um acontecido não acometido por nós e fomos crucificados. De toda forma estamos a disposição até o fim para auxiliar todos os prejudicados.
‪#‎theshowmustgoon‬ \,,,/"

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Violência Sonora: Banda munda logo e estilo



Depois de diversas alterações no cast da banda uma renovação completa, mas as letras ainda serão em Português.
Som base no Thasth\Death influenciado por bandas como Torture squad, Destruction, Krisiun. Vamos aguardar pelos shows /,,/

Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

sábado, 23 de janeiro de 2016

Exodus: Um fiasco em Fortaleza


É galera aconteceu de novo, mais uma grande banda cancela show no Brasil. Mais uma vez o Exodus cancelou um show em Fortaleza. Tinha tudo pra ser mais um grande show pro currículo da cidade, iriamos inicia com o pé direito, é, iriamos...

Fortaleza fechou 2015 como um dos melhores anos para a cena metal, foram tantos shows de tantas bandas que nem lembro de todas ao certo. Mas a bruxa voltou a assombrar Fortaleza. Foi um fiasco total? Não pra quem queria ver as demais bandas, mas muita gente veio só por eles e ficou no prejuízo total.

O show do Kirsiun foi digno da alcunha de histórico tão brutal e rápido que nem a chuva torrencial acalantou os fãs. Ainda mais com a puta homenagem a Lemmy. Uma banda a qual não conhecia também botou a galera pra girar, pois é com mais de 30 anos e eu não os conhecia Vulcano! Agitaram a noite como seu thrash cavalar.

mas ai...

Aí, começou a tormenta que estampa todos os jornais locais. Durante o show do Krisiun já havia o rumor de um suposto cancelamento do Exodus, mas nada que pudesse confirmar tal informação. Ao final do show da banda Vulcano se passou 1 hora e nada da banda subir ao palco ou de qualquer informação. Eis que depois de toda essa espera o palco começa a ser desmontado e mais um vez sem qualquer informação. O público reagiu da pior maneira possível no clássico Comportamento de Manada
Foi só a primeira garrafa voar no palco pra confusão generalizada ocorrer, sério jogaram uma grade de ferro no palco. Quando me dei conta alguns subiram no palco pra quebrar tudo, sim subiram no palco. Mas ai São Pedro tentou aliviar para o produtor e a abriu a torneira no máximo. Desceu uma chuva de inundar a cidade e o quebra pau parou. Mas - pois é tem um 'mas'- o público se abrigou nas galeria cobertas do Dragão do Mar e ai alguém teve a grande ideia de saquear uma das barraquinhas de bebidas e mais uma vez fui testemunha da idiotice exacerbada de alguns.
Pra finalizar chamaram a policia (óbvio) e eu sai de la escoltado como se fosse um bandido de baixo de um diluvio. Não só eu, boa parte do público 'levou  a culpa' de minoria de zé mané.

Algumas questões


Ninguem disse nada
Até agora não entendo o porque de o produtor não ter se pronunciado uma única vez. Ele até apareceu no palco, mas sem microfone e foi arrasto pra fora do palco antes de levar uma pedrada.
E se ele tivesse dado uma satisfação? Será que teria ocorrido diferente? A dúvida irá me perseguir.

Segundo dizem, a banda se quer foi ao local. O único comunicado foi via facebook, já horas depois do quebra pau ocorrido no local do evento. Como assim? Eles não sabiam que iam cancelar?

Atitudes
Vi diversas pessoas em diversos momentos tentando achar justificativa. E eu vou lhes dizer agora: NADA, repito NADA justifica aquilo, o material destruído não era do produtor, era de alguma empresa que agora está no prejuízo e provavelmente não ira fazer negócios com qualquer outro produtor de eventos desse tipo.
Saquearam o tio da bebida, sim claro, a culpa é do tio da bebida.
Vou lhes dizer algo bem direto VOCÊ É UM LADRÃOZINHO DE MERDA, só isso.
Me diga ai qual a diferença daquilo de ontem e uma briga de torcidas organizadas. 

Moral abalada
Aqui vai algo até mais pessoal. Por quantos anos EU disse com todas as letras isso não acontece num show de rock, aquilo não acontece num show de rock. Pois é, terei que me recolher a minha insignificância porque uma minoria resolver manchar a honra de todos os demais que estavam ali pra se divertir.

Pra finalizar é esperar algum pronunciamento do produtor, por que não é possível que depois de tantos shows de sucesso ele vá simplesmente sumir do mapa como muitos outro fizeram. Só resta aguardar.

Tinha tudo pra começar com o pé direito......

Correção: Quando me reportei ao fato que a banda não tinha comparecido ao local do show, me referi no horário marcado pro evento, uma vez que a mesma compareceu mais cedo a passagem de som.

*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud

domingo, 17 de janeiro de 2016

SKANK, OS PARALAMAS DO SUCESSO E SELVAGENS À PROCURA DE LEI FAZEM SHOW EM FORTALEZA


As bandas participarão do festival “Porque Hoje É Rock” dia 22 de janeiro
Após o sucesso do festival “Porque Hoje É Rock”, com Capital Inicial e Biquini Cavadão em 2015, vem aí mais um evento com toda a energia do rock'n'roll brasileiro.  Dia 22 de janeiro os coqueirais do Colosso Stage recebem o encontro de dois gigantes do rock nacional: Os Paralamas do Sucesso e Skank. A abertura do show ficará com a banda Selvagem À Procura de Lei, que apresentará “Praieiro”, seu mais novo trabalho.
O evento “Porque Hoje É Rock” faz parte da programação do “Colosso Summer Festival”, criado em comemoração a meia década de funcionamento do Colosso Lake Lounge.
As vendas estão disponíveis na no site www.BilheteriaVirtual.com, no quiosque da Bilheteria Virtual no shopping Iguatemi (expansão), no quiosque da Bilheteria Virtual no shopping Del Paseo (3º piso), nas lojas Pena dos shoppings Iguatemi e RioMar.
--
OS PARALAMAS DO SUCESSO

Mais de trinta anos se foram e o grupo manteve a essência de ser relevante e ser divertido, provar que a fonte da eternidade que é o rock só funciona para quem respeita a própria história na medida certa, que é no movimento do som, da dança, da estrada e do tempo.
É ou não é pioneirismo lançar um álbum brasileiro pop em plenos anos 80 com sonoridades brasileiras e caribenhas – sobretudo jamaicanas? Ali, os Paralamas colocavam os primeiros tijolos do que ainda demoraria uma década para ser completamente analisado e entendido. Mas pode chamar de “entrar para a história”. Nessa busca, eles ainda encontraram uma forma de ser mais populares, de fazer o rock nacional ir além da classe média e, ao mesmo tempo, de torná-lo música de exportação.

SELVAGENS À PROCURA DE LEI

A banda Selvagens à Procura de Lei está atualmente na estrada com a divulgação do mais novo trabalho “Praieiro”.  A música representa a cidade de Fortaleza, em seu cenário praiano, natural e terra natal dos músicos, marcando também a transição do disco anterior para o novo.
Diferente dos discos anteriores, “Praieiro” é uma imersão na tranquilidade de um cenário litorâneo. Ironicamente, esse mergulho do mar se deu justamente quando os integrantes trocaram a cidade de Fortaleza por São Paulo. O novo trabalho é fruto de uma busca por novos horizontes.

SKANK

Skank está na estrada com “Velocia”, seu novo trabalho que pode ser encarado de cinco formas diferentes: é o primeiro disco de músicas inéditas do Skank em seis anos; é o álbum que melhor traduz os anos de história da banda; é o disco que, por passear pela carreira toda do grupo, soa deliciosamente contemporâneo e familiar à primeira audição; foi concebido dentro do estúdio, de modo orgânico, sem conceitos pré-determinados; é o disco do Skank de todas as fases. Por (tudo) isso, vamos enxergá-lo por meio das lentes do próprio Skank.



Porque Hoje É Rock!
Atrações: Os Paralamas do Sucesso, Skank e Selvagens à Procura de Lei
Data: 22 de janeiro de 2016
Local: Colosso Stage
Abertura dos portões: 20h30
Ingressos:
Pista Premium: R$ 80 (meia) e R$ 160 (inteira)
Camarote Open Bar: R$ 250 (valor único) - Open bar de água, refrigerante, cerveja, vodka e whisky.
Pontos de vendas:
*Lojas Pena (Shoppings Iguatemi e RioMar)
*Quiosque da Bilheteria Virtual no shopping Iguatemi (Expansão)
*Quiosque da Bilheteria Virtual no shopping Del Paseo (3º piso)
*Site www.BilheteriaVirtual.com
Formas de pagamento:
*Site: cartões de crédito Visa, Master, Diners e Elo.
*Pontos de venda físicos: dinheiro, cartões de débito e crédito das bandeiras Visa, Master, Elo e Dinners.
Classificação: 16 anos
Classificação Camarote Open Bar: 18 anos
Informações: 85 3033.1010 e www.arteproducoes.com
Cerveja Oficial: Kaiser Radler
Promoção: Cidade 99.1 FM
Realização: Arte Produções e Stallo’s Produções





*Nos acompanhe através das redes
Facebook
Youtube
Instagram
SoundCloud
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...